Spice Girls

Spice Girls: últimos vídeos musicais

Wannabe

Videoclip

Mama

Videoclip

Who Do You Think You Are

Videoclip

Say You'll Be There

Videoclip

Goodbye

Videoclip

Something Kinda Funny

Videoclip

Love Thing

Videoclip

Spice Up Your Life

Videoclip

Spice Girls: Sobre

Quando, em Fevereiro de 1996, os Take That abdicaram como monarca dos grupos britânicos para adolescentes, muitos foram os aspirantes ao trono mas poucos se atreveriam a prever que um quinteto feminino iria ter mais sucesso que Boyzone ou Peter Andre entre os leitores de Smash Hits. As Spice Gils: Victoria Adams, pseudónimo Posh Spice (nascida a 17 de Abril de 1975 em Golf`s Oak, Hertforshire, Inglaterra), Melanie Janine Brown, pseudónimo Mel B/Scary Spice (nascida a 29 de Março de 1975 em Leeds, Yorkshire, Inglaterra), Emma Bunton, pseudónimo Baby Spice (nascida a 21 de Janeiro de 1976 em Barnet, Inglaterra), Melanie Jayne Chisolm, pseudónimo Mel C/Sporty Spice (nascida a 12 de Janeiro de 1974 em Liverpool, Merseyside, Inglaterra) e Geraldine Halliwell, pseudónimo Geri/Ginger Spice (nascida a 18 de Agosto de 1972 em Watford, Hertfordshire, Inglaterra, embora a data de nascimento é muito especulada), conheceram-se em diversas e infrutíferas audições para conseguir trabalho em filmes e como dançarinas e as cinco acabaram por partilhar uma casa em Manchester, Berkshire em finais de 1993.Começaram a escrever canções e a gravar demos, até que o representante artístico Simon Fuller as contratou sob a sua direcção em Maio de 1995. Assinaram um contrato de gravação com Virgin Records, e em Junho de 1995, o single Wannabe, uma declaração da filosofia do "girl power" com um interlúdio rap deliciosamente maluco, começou a sua escalada até ao número 1 no Reino Unido. O historial de sucessos das Spice deveu-se a diversos factores. O mais importante foi que conseguiram insuflar uma atitude pós-feminista numa embalagem da pop comercial; podiam agradar aos rapazes, mas a sua lealdade fundamental era com elas mesmas e as suas semelhantes femininas.Contudo, também contaram com uma série de canções pop muito contagiantes, por mais que a vinculação entre mulheres e os misteriosos arcanos do "zigazig-ha" nunca foram um estorvo para a pura emoção disco. Wannabe e a seguinte Say You`ll Be There, tinham o atractivo magnífico dos Take That ou dos Wham! nos seus melhores momentos. As coisas descontrolaram-se em finais de 1996, quando o passado de Haliwell como modelo nu foi publicado nos tablóides, e uma entrevista imprudente na revista The Spectator revelou que, tanto ela como Adams eram partidárias, incrivelmente, do primeiro ministro conservador, John Major. Contudo, nada podia interpor-se no caminhos das Spice; quando a balada refrescante 2 Become 1 foi para o cobiçado número 1, os grupos masculinos perguntaram-se o que os tinham abalado e as Spice estavam prontas a conquistar os Estados Unidos. Em Fevereiro de 1997, a sua missão tinha sido facilmente completada, Wannabe tinha-se tornado facilmente no número 1 das listas de singles da Billboard, em apenas quatro semanas. Pouco depois, o álbum liderava também as listas americanas e tornaram-se no primeiro artista britânico a chegar aos primeiros lugares com o seu primeiro trabalho. Ao longo de 1997, este sucesso fenomenal propagou-se por todo o mundo perante acordos de patrocínio bem escolhidos, e as faces do quinteto publicaram-se com tanta frequência como os dos Beatles no seu ano de maior sucesso mediático, 1964.Spiceworld foi outra ração de música pop tremendamente comercial que incluía dois números 1 no Reino Unido: Spice Up your Life e Too Much. Embora o álbum fosse directamente para número 1 em seis países, as suas vendas não alcançaram nem remotamente as suas previsões e nos EUA chegou ao número 3. Contudo, para ter uma perspectiva adequada das vendas, é preciso esclarecer que Spice e Spiceworld foram os álbuns de maior sucesso comercial editados por nenhum artista britânico nos anos 90.Em finais de 1997, desfizeram-se do seu manager e "descobridor", Simon Fuller, sem nenhuma consideração. Esta arriscada manobra de independência suscitou um grande interesse pelas suas possíveis repercussões, já que muitos pensaram que poderia tratar-se do seu primeiro passo em falso. O sucesso comercial do seu primeiro filme Spiceworld: O Filme, estreado em 26 de Dezembro de 1997 indicava o contrário. O seu terceiro single, o pastiche Motown Stop, chegou apenas ao número 2 das listas britânicas, interrompendo a sequência de números 1 do grupo. Uma ameaça potencialmente mortífera para o futuro das Spice Girls apareceu em finais de Maio de 98, momento em que Geri Haliwell, líder de verdade e motor indiscutível do grupo, anunciou que tinha abandonado a formação. Apesar disso, Viva Forever, o primeiro single publicado após a saída de Haliwell(embora a sua voz figurava nisso), mostrou que o fenómeno Spice Girls continua vivo, entrando nas listas de sucessos do Reino Unido directamente no número 1, em Agosto de 1998. Um mês depois, Melanie B colaborou com a artista hip hop Missy "Misdemeanor" Elliot no seu único single I Want You Back, que estreou-se no número 1 nas listas britânicas. Quando Goodbye imitou o sucesso de Too Much e 2 Become 1, o grupo tornou-se no primeiro a ter três singles natalícios números 1 consecutivos no Reino Unido desde os Beatles. O dueto de Mel C com o cantor canadiano de rock Bryan Adams, When You`re Gone, chegou ao número 3 das listas britânicas em Dezembro de 1998. Mel B, que durante um breve período se chamou Mel G após o seu casamento com o bailarino holandês do grupo, Jimmy Gulzar, (o casal já se desfez), publicou uma versão de Word Up de Cameo. O single foi o primeiro grande fracasso associado às Spice Girls, e alcançou apenas o número 14 no Reino Unido em Julho de 1999. Nesse mesmo mês, Adams casou-se com o futebolista fotogénico David Beckman. Melanie C também se reinventou a si mesma como cantora de rock, iniciando uma digressão a solo e publicando o álbum Northern Star. Em finais desse ano, a versão desfasada de Emma Bunton do tema de Edie Brickell What I Am perdeu o que a imprensa nomeou de "batalha dos singles" com a sua antiga companheira nas Spice, o tema Lift Me Up, a cargo de Haliwell. No ano seguinte, Victoria Beckman cantou numa colaboração entre True Steppers e Dane Bowers, Out of Your Mind, que foi número 2 no Reino Unido em Agosto. Após mais algumas actividades a solo, como a publicação do primeiro álbum a solo de Mel B, as raparigas reuniram-se para gravar Forever com um dos produtores mais conhecidos do âmbito do R&B, Rodney Jerkins. O álbum apresentou-se em Outubro com o inovador número 1 no Reino Unido, o lado A duplo que continha Holler de orientação urbana e Let Love Lead the Way.