Black Eyed Peas

Black Eyed Peas: últimos vídeos musicais

RITMO (Bad Boys For Life)

Videoclip

BEP Empire

Videoclip

Weekend

Videoclip

My Humps

Videoclip

Karma

Videoclip

Don't Phunk With My Heart

Videoclip

Fallin' Up

Videoclip

Don't Lie

Videoclip

Black Eyed Peas: Sobre

Will.I.Am, Apl.de.Ap e Taboo são o núcleo original do que, nos anos 90 se chamará Black Eyed Peas. A sua intenção era fazer um hip hop afastado da corrente que nesse momento se impunha na Costa Oeste americana: o gangsta rap. N.W.A. acabam de lançar o seu genial mas pesadíssimo Straight Outta Compton e a linha traçada anos antes por grupos como A Tribe Called Quest, Arrested Development, De La Soul ou GrandMaster Flash ficavam soterrados por rimas violentas de Ice T e Dr. Dre.Will.I.Am e Apl.de.Ap conheceram-se em 1989, fazendo parte do colectivo de breakdancers Tribal Nation. Ambos logo se aperceberam que estavam atraídos pelo rap, assim baptizaram-se de Atblan Kham e começaram a actuar na zona de Los Angeles. O seu primeiro contrato foi assinado com a Ruthless Records, a empresa do membro NWA, Eazy E. Com eles, lançaram um disco, Grass Roots(1995) mas a discográfica não lhe deu o valor suficiente para o promover porque lhes parecia um absurdo ter um grupo tão positivo como os Klann e ter o gangsta rap dos Nigger with Attitud como barco insígnia da marca. De todas as maneiras, a morte de Eazy E em 95 interrompeu qualquer possibilidade de continuar a relação com a discográfica porque era Eazy o único consciente do valor deles nesse momento. Will.I.Am e Apl.de.Ap decidiram recrutar Taboo, outro MC e breakdancer da zona de Los Angeles e decidiram mudar o nome do grupo para The Black Eyed Peas, pelo qual são conhecidos até hoje. Em 1998, lançaram o seu primeiro disco com o seu novo disco, Behind The Front. Nele, participava também Kim Hill, que fazia os coros. O disco recebeu críticas excelentes. Não passou muito tempo até serem comparados com os The Roots, o novo grupo, com três MCs a fazer rap e com uma banda ao vivo, mas a verdade é que no panorama musical, os Black Eyed Peas não se afastam muito do chamado hip hop alternativo, encabeçado pelos mesmos Roots e seguida por Jurassic 5 e Blackalicious.Bridging the Gap foi o segundo álbum do grupo, com o qual contaram pela segunda vez consecutiva com ajuda da diva do novo R &B, Macy Gray.Elephunk é o terceiro álbum do grupo e com esse aventuraram-se na Europa. Kim Hill foi substituída por Fergie no papel da voz feminina do grupo. O primeiro single, Where is The Love? contava com Justin Timberlake como convidado, o artista pop do ano, chegando a liderar as listas britânicas.