Britney Spears

Britney Spears
  • Teen Pop, Dance-Pop, Adult Contemporary, Pop
  • Que rapariga da tua escola secundária é Britney? A rapariga intangível e alegre com um sorriso tão implacável [... mais]

Comentários

Que rapariga da tua escola secundária é Britney? A rapariga intangível e alegre com um sorriso tão implacável como a sua roupa justa? A rapariga inocente que passa os Sábados no centro comercial? Ou a maliciosa que todos os rapazes desejam e que está sempre nas conversas das raparigas? De qualquer das maneira, a menina Spears conseguiu ser todas essas raparigas ao mesmo tempo e meia mulher, como Oliva Newton-John no filme Brilhantina antes e depois da permanente. A única diferença é que Britney nunca faria uma permanente, porque o cabelo armado já não está na moda já há muito tempo e Britney sempre está na moda. O seu cabelo, bronzeado e roupa está sempre impecável. Nasceu longe do seu mundo actual, em Louisiana, mas Britney é um sonho californiano e com um corpinho preparado para a diversão. Britney Jean Spears chegou a este mundo no dia 2 de Dezembro de 1981 em Kentwood, Louisiana(1, 200 habitantes). A pequena Brit foi sempre uma menina alegre e a sua mãe dedicada Lynne inscreveu-a em classes de ginástica enquanto esta aprendia a caminhar. Talvez porque queria um pouco mais de elegância e beleza ou um físico menos golpeado ou porque tinha uma premonição que o seu rumo para a glória seria outro, mas Britney trocou a ginástica pela dança e alistou-se numa companhia de bailarinos e começou a cantar. Com 8 anos, fez um casting para entrar no "Clube Disney" . Os produtores pensaram que era muito jovem mas aconselharam-na a ir em audições para Nova Iorque. Nos Verões seguintes, Britney fez uma série de audições em Manhattan. Entre as suas aulas de canto e dança, fez vários anúncios comerciais e em 1991 a obra teatral Ruthless. Baseado no Bad Seed de William March, isto forneceu a Brit a sua primeira e única oportunidade de fazer papel de maliciosa. Isso viria depois. Com a terna idade de 11 anos, Brit estava pronta para participar no programa "Clube Disney". Ficou dois anos no programa, cantando e dançando com o agora elenco lendário de jovens brilhantes que inclui os futuros membros de N`Sync: Justin Timberlake e Joshua "JC" Chasez, mas também Keri Russel da série Felicity e a sua futura rival na música Christina Aguilera. Quando o programa acabou, Britney decidiu voltar à escola para ver como 99, 9 por cento da população vivia. Após um par de semestres, Brit aprendeu que o serviço de quartos nos hotéis era melhor que a comida da escola. Voltou a Nova Iorque para tentar novamente com um grupo de raparigas. Mas de alguma forma, Britney apercebeu-se que iria mais longe a solo e começou a sua cassete de apresentação em toda a parte. Quase imediatamente, a discográfica Jive, os mesmos que assinaram os Backstreet Boys, contratou-a. O resto é vox populli. Baby One More Time foi um mega sucesso em 1999, graças a um vídeo provocador de Britney a cantar num uniforme de escola católica, a quem tinham dado uma lavagem cerebral. Brit foi logo catalogada como a menina sensação do momento, tornando-se na artista mais jovem na história da música pop cujo primeiro lançamento chega ao número 1 dos rankings na mesma semana. À medida que Drive Me Crazy e From the Bottom of My Broken Heart subiam nos rankings, as imagens de Britney enchiam as capas de revistas de entretenimento e logo chegou a inevitável controvérsia: Era Britney precoce demais para ser sexy?. Será que tinha feito um implante mamário? Será que promovia a gravidez adolescente e a pedofilia? Todos queriam saber, especialmente se as respostas vinham acompanhadas com fotos. Não há nenhuma dúvida que a aparência de Britney ajudou na venda dos seus álbuns. Segundo as palavras dos seus fãs, Britney é muito mais que isso. Os jovens, uma categoria que aplica a homens com menos de 35 anos, podiam fantasiar com ela, mas também era muito popular com as mulheres. As raparigas querem ser famosas, sexys e fabulosas a dançar. Compram t-shirts curtas e vão a solários. Em suma, querem ser como a Britney. E enquanto canta em modo de choramingar e dança de forma sedutora, Birtney é conhecida como uma boa rapariga que mantém um diário, reza antes de se deitar e fica com a mãe com quem tem conversas importantes. Talvez Eminem não é amigo dela mas os seguidores da Britney não arredam pé. Mais de um milhão de pessoas comprou o seu segundo álbum, Oops! I Did It Again na semana que saiu, tornando-o logo no número 1 dos rankings e estabelecendo um recorde de vendas para uma artista feminina. Britney fez o que as Whitneys, Janets e Célines deste mundo não fizeram e oficialmente tornou-se numa mais valia para a indústria. Conseguiu com que os Rolling Stones soassem modernos na sua versão de Satisfaction. Aproveitando a ordem natural da fisiologia humana, um guru musical abre caminho para a maturidade até agora forçosamente demorada da cantora. Assim, no seu terceiro trabalho Britney mostra um som mais pessoal, muito bem apoiado por uma imagem mais madura que sem perder sensualidade, apresenta sem pudor o efeito das suas experiências pessoais e profissionais. Com The Neptunes na produção(Pharrel Williams e Chad Hugo), o seu primeiro single, I`m A Slave 4 U permitem-lhe uma nova liberdade artística. O seu antigo namorado Justin Timberlake e Dido também colaboram no trabalho. O single Boys serviu como desculpa para aparecer no terceiro filme da trilogia Austin Powers, Austin Powers em Membro Dourado, fazendo uma pequena aparição em que se interpreta a si própria. Mike Myers retribuiu esse gesto ao aparecer no vídeo de Boys. O efeito Britney continua a expandir-se e isso fá-la triunfar em toda a parte. Após encher um estádio com 250 000 espectadores no Rock in Rio no Festival do Brasil, aparece junto aos Aerosmith e N`Sync durante o intervalo da SuperBowl XXXV a interpretar o clássico dos Aerosmith, Walk this Way. Britney deixa os Estados Unidos para promover Dream Within a Dream, nome da sua digressão a 10 de Setembro de 2001. Quando chega a Austrália quarta feira dia 12, fica desolada com os ataques de 11/9 e adia a sua promoção internacional toda, doando 1 dólar de cada uma das suas entradas de concertos em 31 cidades, para ajudar os filhos de polícias e bombeiros vitimados no atentado ao World Trade Center. A doação das entradas juntamente com o resto das vendas procedentes de merchandising ultrapassa os dois milhões de dólares. Depois disso, são lançados livros e um filme protagonizado por ela, Crossroads-Destinos. Os miúdos e adolescentes continuam a mostrar o seu amor pela estrela galardoando-a com numerosos prémios ao longo de dois anos. Como sinal de agradecimento, a cantora cria a fundação Britney Spears para ajudar os meninos mais carenciados. Os anos passam e contrariamente a outros fenómenos de fãs em 2003, Britney parece não diminuir. É nomeada para dois Grammys por Melhor Vocalista Pop pelo álbum Britney e Melhor Interpretação Feminina por Overprotected. Pouco depois, na cerimónia dos VMA(MTV Video Music Awards), Britney afasta-se definitivamente da imagem da boa rapariga a que nos tinha acostumado. Juntamente com Madonna e Christina Aguilera, participa na cena provocativa em que Madonna atribui o reinado de pop às duas jovens ao dar um beijo apaixonado na boca a cada uma delas. A intensidade musical e a evolução que Britney passou desde uma estrela adolescente até tornar-se numa jovem sensual e provocadora, passando por uma certa etapa de rebeldia adolescente, estão muito patentes nas canções de In The Zone, o seu quarto álbum com a marca Jive Records. No primeiro single, Me Against the Music, é acompanhada por Madonna num vídeo sensual que, ao aproveitar o episódio dos VMA, emula como ambas estrelas se sentem atraídas uma pela outra apesar do seu aparente antagonismo. Christina pode ter a voz e os Grammys, mas ao lado da determinada Britney, parecerá sempre pouco desinibida assim como Jessica Simpson é melindrosa e Mandy Moore um pouco mais magra. E se virmos bem, é uma arte com os seus méritos, perguntem só a Madonna. A escritora Elinor Glyn disse uma vez que, ter tudo é ter tudo e Britney tem tudo dourado. Britney chegou ao Rock in Rio Lisboa dia 5 de Junho de 2004 como uma das estrelas mais aguardadas da noite, a sua performance não ocorreu da melhor maneira, dado que fez playback e o som do playback parou quase no fim da canção Toxic, voltando poucos segundos depois deixando Britney muito má criticada pela sua prestação no Rock in Rio Lisboa. Depois de seu último álbum lançado, parece que Britney havia parado um pouco para cuidar da família. Britney após seu casamento com Kevin Federline lança um DVD Britney & Kevin: Chaotic que retrata o seu amor com Kevin desfeito e que contém Britney cantando ópera e o seu novo single “Someday (I Will Understand)”. Todavia, em 2006, após a confusa separação do marido Kevin Federline, Britney começou a se envolver em escândalos ainda maiores, tendo como auge, em 2007, ter raspado a cabeça e ter se internado em uma clínica de reabilitação. O lançamento do álbum foi no dia 30 de outubro de 2007, e em menos de 24 horas de vendas, alcançou o 1º lugar em cinco países. O álbum Blackout recebeu diversos elogios. No mês de Junho de 2008, Britney gravou uma participação especial no clipe When I Grow Up das The Pussycat Dolls. No dia 26 de Setembro de 2008, estreou nas pricipais rádios estadunidenses o novo single de Spears, entitulado “ Womanizer”. A crítica elogiou a nova música dizendo ser madura e consistente. Dia 6 de novembro aconteceu mais uma premiação do EMA e Britney levou para casa 2 EMAS para sua coleção, elegido blackout como o melhor album do ano e eleita a melhor artista de 2008 , a mais premiada da noite. No dia 2 de dezembro, Britney Spears lançou seu novo álbum, intitulado “Circus”, a grande “divulgação” do CD foi a musica “Womanizer”, o CD foi um sucesso de venda na semana de estreia. Em Janeiro de 2009 foi anunciado “If U Seek Amy” como 3° single de “Circus”. A música causou grande polêmica em torno de seu refrão, cujo Britney fala “All of the boys, and all of the girls, are begging to IF YOU SEEK AMY”, onde ,se ouvido rapidamente, parece que Britney soletra as letras F.U.C.K.ME. Em 07 de Maio de 2009 é anunciado no seu site ofical “Radar” como 4° single de “Circus” , Música lançada no seu álbum Blackout e com relançamento no CD “Circus” como faixa bônus .