Elton John

Elton John: últimos vídeos musicais

Saturday Night's Alright (For Fighting)

Videoclip

Kiss The Bride

Videoclip

Rocket Man

Videoclip

Bennie And The Jets

Videoclip

Passengers

Videoclip

I Guess That's Why They Call It The Blues

Videoclip

This Train Don't Stop There Anymore

Videoclip

Your Song

Videoclip

Elton John: Sobre

Não é surpresa para ninguém que Reginald Kenneth Dwight(também conhecido como Elton John) não amadureceu até ao princípio dos anos 70. De alguma forma, conseguiu misturar os excessos da cena rock de Londres e Nova Iorque com a sensibilidade do movimento do cantor/autor do Sul da Califórnia. Uma estranha combinação mas funcionou. A sua aparência era parecida com o Liberace, atacava o piano como Jerry Lewis e ainda cantar tão intimamente como Joni Mitchell ou Jackson Browne. Chamar a Elton John um original seria como chamar a sua roupa colorida.O seu sentimentalismo, os seus disparates, os seus excessos, a sua honestidade, popularidade e a sua longevidade ajudaram a torná-lo num artista de proporções lendárias. Em 1998, a Recording Industry Association of America nomeou-o um dos artistas a solo mais vendidos de sempre na história da pop, atrás de Garth Brooks. E é muito possível que ainda chegue ao número um, porque após 30 anos Elton John continua a cantar.Desde o seu lar humilde como filho de um banqueiro e dona de casa, o pequeno Reggie começou a tocar piano com a idade precoce de quatro anos. À medida que foi crescendo, o seu pai começou a notar que Reginald tinha preferência pelo rock n´roll dos anos 50. O seu pai não aprovava o som corrupto e proibiu-o do lar dos Dwight. Contudo, a mãe de Reggie regularmente contrabandeava álbuns de Jerry Lee Lewis e Little Richard. Com 11 anos, inscreveu-se no Royal Academy of Music e a pouco tempo da sua licenciatura, deixou a escola para se concentrar na sua amada música rock. (De certeza, isso fez o seu pai muito contente.). A sua primeira banda, Bluesology, a qual formou em 1966, apenas durou um ano, mas deu algo que ainda tem até hoje: o seu nome artístico, o qual retirou dos seus companheiros de banda John Baldy e Elton Dean. Ficou sem banda, mas logo o cantor/autor encontrou um colega no aspirante a escritor de música Bernie Taupin.O companheirismo com Bernie assegurava ser mágico, mas ainda demorou algum tempo até o público apreciar os seus trabalhos. Após um par de anos de trabalho e um par de lançamentos fracassado, Elton John finalmente encontrou reconhecimento comercial em 1971 com Madman Across the Water. O que se seguiu foi o começo de uma carreira sólida e de muito sucesso. Entre 1972 e 1975, a sociedade Elton John/Bernie Taupin teve sete álbuns no número 1 dos rankings. Nesse tempo, foi praticamente impossível ligar a rádio pop e não ouvir clássicos como Rocket Man, Saturday Night`s Allright for Fighting, Goodbye Yellow Brick Road, Daniel ou Candle in the Wind.Enquanto Bernie ficava estritamente atrás dos bastidores, a personalidade cada vez mais vistosa de Elton deixava-o mais debaixo das luzes. As suas actuações ao vivo eram demonstrações extravagantes de música e constantes mudanças de vestuário. O seu papel como Pinball Wizard na versão de Ken Russell de Who`s Tommy não se afastava do verdadeiro Elton John: um maníaco com óculos, roupa com cores brilhantes e botas altas; um psicadélico Jerry Lee Lewis que chuta o banco do piano para louvar os deuses do instrumento. Atraía celebridades às suas actuações, desde John Lennon, que fez a sua última aparição ao vivo com Elton num concerto em Madison Square em 1974, a estrela de ténis Billie Jean King, a quem Elton dedicou Philadelphia Freedom. Mas nunca deixou os seus excessos superarem as suas canções, que foram consistentemente mais surpreendentes que qualquer disfarce que se possa imaginar.Foi votado "Mulher Pior Vestida do Ano" pelo desenhador Mr. Blackwell e perdeu uma grande quantidade do cabelo ao pintá-lo, mas essa aparência era apenas uma parte da imagem. John e Taupin tinham-se tornado em criadores de sucessos excepcionais que nunca dependeram de uma fórmula. Por cada canção de rock alegre que arranjavam como The Bitch Is Back, escreviam uma canção quebra recordes simples e eloquente como Daniel. A revista Times considerou que Elton John teve mérito suficiente para ser homenageado e Hollywood galardoou-o com uma estrela no seu passeio mais famoso. Junto com Lennon, escreveram uma saudação engraçada à vida da festa, chamado Whatever Gets You Through the Night.Ccomo Lennon bem sabia, a fama sempre crescente tinha o seu preço. Elton viu-se analisado pelos meios de comunicação, especialmente no Reino Unido, onde invadiram o seu armário à procura de não só histórias obscuras do seu passado mas também um estilo bissexual. Em 1978, sentindo a pressão do seu itinerário esgotante, Elton John anunciou a sua retirada. Bernie eventualmente mudou-se para Los Angeles e a sua relação de sucesso(produziu 23 sucessos no top 40, 15 no top 10 e cinco números 1) chegou a uma pausa temporária. Mas a sua retirada não durou muito. Fez uma digressão na União Soviética, o primeiro artista do oeste a fazer isso e a sua relação com Taupin foi resumida criando dois álbuns, 21 at 33 e The Fox.Nos anos 80, Elton John foi mais tranquilo, relativamente falando. As suas canções ainda têm força, mas eram trabalhadas um pouco mais suavemente. As suas preferências agora eram trajes mais escuros e os seus óculos, apesar de ser ainda com cores brilhantes, já não eram tão grandes. A década conhecida como o "indivíduo" também testemunhou Elton a ter mais compromissos pessoais(um que provaria ser curto e outro projecto contínuo que chegaria ao mais profundo do seu coração).Em 1984, casou-se com a engenheira com quem trabalhava, uma relação que durou apenas quatro anos. Logo nessa década, uniu-se à luta de Ryan White, um jovem hemofílico que se tornou famoso quando foi expulso da escola por estar infectado pelo vírus da Sida. Após a morte de Ryan em 1990, Elton formou a Elton John AIDS Foundation, que se tornou na organização para educação e ajuda dos pacientes com Sida sem fins lucrativos maior do mundo. Elton também usou esse tempo para procurar tratamento com os problemas relacionados com droga, álcool e bulímia. De uma vez por todas, anunciou ao mundo inteiro que era homossexual e começou a progredir na sua vida pessoal.As pessoas aprovaram este novo sóbrio Elton, não apenas pelas canções que continuou a produzir, mas pelo trabalho social e filantrópico. A sua música teve outra volta quando Disney bateu à sua porta. Em 1994, a música que escreveu com Tim Rice para o filme da Disney: O Rei Leão trouxe-lhe prémios e nomeações para Grammys e Óscares. As suas canções foram usadas na produção da Broadway do Rei Leão, que tinha lotação esgotada quase todas as noites por ano. Rice e John colaboraram outra vez na produção recente da Disney, Aida e contribui canções na produção animada da Dreamworks, O Caminho para El Dorado. Também formou a sua própria empresa de televisão e filmes, chamada Rocket Productions. Durante esse tempo, Elton sofreu com a morte de Gianni Versace em 1997 e depois seis semanas, a morte da Princesa Diana. A morte da Diana juntou novamente Elton e Bernie para trabalhar na letra em homenagem a Marilyn Monroe, Candle in the Wind.A música, interpretada de forma simples e eloquente no funeral de Diana em Westminster Abbey, foi vista e ouvida pelo mundo inteiro e foi lançada como single com todos os lucros doadas à Diana, Princess of Wales Memorial Fund. O impacto de John no Reino Unido foi sentido ainda mais em 1997, quando lhe foi concedido o título de Sir pela Rainha Isabel e tornou-se em Sir Reginald Kenneth Dwight.O novo título não o colocou num castelo, na realidade preferia passar tempo no seu apartamento em Atlanta. Em vez de abrandar, Elton começou a fazer digressões ao tocar para grandes digressões ou apresentações mais pessoais para um pequeno grupo.Deixou que o seu humor brilhasse quando fez uma aparição em 1998 num episódio da série irreverente South Park. E também contribuiu com o single Wake Up Wendy para o som oficial da série, Chef Aid: The South Park Album.O novo ano testemunhou um Elton John no seu auge, comprometendo-se no futuro com a sua participação contínua na investigação da Sida e a defesa dos direitos dos homossexuais. Tudo enquanto entretinha jovens e adultos com composições pop e espectáculos. O Capitão Fantástico, sem dúvida.