MGMT

MGMT: últimos vídeos musicais

James

Videoclip

TSLAMP

Videoclip

Me and Michael

Videoclip

Little Dark Age

Videoclip

When You Die

Videoclip

She Works Out Too Much

Videoclip

Days That Got Away

Videoclip

One Thing Left to Try

Videoclip

MGMT: Sobre

Os MGMT são Andrew Vanwyngarden e Ben Goldwasser, cujos rumos se cruzaram pela primeira vez nas paisagens verdejantes da Universidade Wesleyan, em Middletown, Connecticut, nos EUA, por volta de 2002. "Não estávamos a tentar formar uma banda", lembra Ben. "Andávamos era sempre juntos, a mostrar o tipo de música que cada um de nós gostava", refere ainda.

O par foi atraído pela música de outros, tendo incorporado as implicações do poder alucinatório dos String Band, a eletrónica minimalista dos Suicide ou o pop-soul suave dos Hall & Oates na sonoridade dos MGMT.

Como performers provocadores de arte na Universidade, Andrew e Ben começaram a ensaiar uma série de "concertos ao vivo eletrónicos, barulhentos e idiotas". "Nunca planeámos isto ser um projeto gravado, em que iríamos escrever estes loops e arranjos technos esquisitos que poderíamos tocar ao vivo. (...) Escrevíamos uma nova música para cada concerto e os nossos espetáculos tinham uma duração de 15 minutos".

Alguns dos primeiros fãs da banda incluíam um grupo de estudantes nova-iorquinos que formaram uma editora indie, a Cantora Records, de modo a promover o primeiro lançamento comercial dos MGMT, “Time to Pretend”, um LP com 6 músicas, disponível atualmente no iTunes. Duas das faixas do LP, ‘Time to Pretend’ e Kids’, seriam posteriormente incluídas no álbum de estreia.

A seguir ao lançamento do LP e algumas digressões de um só mês, os MGMT tiraram seis meses de férias, com Andrew a mudar-se para Brooklyn a meio de "uma crise existencial" de pós faculdade e Ben a andar por Connecticut, antes de ir para Nova Iorque para trabalhar. Após a pausa dos MGMT, Ben e Andrew juntaram-se em Brooklyn e começaram a gravar novas músicas apenas pelo divertimento. Estas sessões humildes caseiras preparam o terreno para o que viria a ser o primeiro álbum.

Em 2008 era editado “Oracular Spectacular”, o primeiro disco deste duo, uma coleção de sons alucinatórios e ritmos pop contagiantes. Cada música no álbum brilha com a sua compressão de elementos de um diamante em bruto que se cruza com "as estruturas pop não convencionais e invulgares" dos MGMT. Contrastando com os espetáculos ao vivo iniciais, que eram principalmente gerados eletronicamente,” Oracular Spectacular” está recheado com "instrumentos de rock mais tradicionais: guitarra eléctrica, baixo, bateria, teclado, sintetizadores, tudo tocado ao vivo".

Em 2009 venceram um Grammy, pela remistura dos Justice para o tema ‘Electric Feel’, na categoria “Best Remixed Recording, Non-Classical” e em 2010 foram novamente nomeados, nas categorias “Best New Artist” e “Best Pop Performance By A Duo Or Group With Vocals”, por ‘Kids’. Já ‘Electric Feel’ rendeu-lhes a nomeação para os MTV VMA, na categoria “Best Art Direction in a Video”

Um ano depois era editado “Congratulations”, álbum marcado por uma rutura no estilo synthpop com o qual chamaram a atenção com o lançamento de estreia e que apresentava uma sonoridade mais progressiva e com recurso às guitarras. O single ‘Flash Delirium’ foi nomeado para “Best Rock Video” nos MTV VMA 2010. No mesmo ano a dupla é indicada para o MTV VMA de “Best Hip-Hop Video”, uma colaboração com Kid Cudi e Ratatat.

A 16 de setembro de 2013 é lançado MGMT, o terceiro álbum, antecipado pelo single ‘Alien Days’. O sucessor dos aclamados “Oracular Spectacular” e “Congratulations” conta novamente com a participação de Dave Fridmann, conhecido pelas colaborações com os prórios MGMT, The Flaming Lips ou Mercury Rev.

www.whoismgmt.com.