Michael Jackson

Michael Jackson: últimos vídeos musicais

Xscape

Videoclip

Chicago

Videoclip

Blue Gangsta

Videoclip

Loving You

Videoclip

Do You Know Where Your Children Are

Videoclip

The Lady in My Life

Videoclip

Just Good Friends

Videoclip

Baby Be Mine

Videoclip

Michael Jackson: Sobre

Michael Joseph Jackson nasceu a 29 de Agosto de 1958 em Gary, no Estado de Indiana, nos EUA.
 
Com apenas quatro anos de idade foi um dos membros fundadores dos Jackson Five, tornando-se logo na voz principal da banda. Em palco começou por imitar muitos dos movimentos de dança e estilo interpretativo de James Brown e mostrava uma confiança absoluta com a qual ocultava a sua timidez. No final de 1968 os Jackson Five assinaram contrato com a Motown Records. Os seus primeiros lançamentos, incluindo 'I Want You Back', 'ABC', 'The Love You Save' e 'I'll Be There', mostraram um amadurecimento notável. Embora Michael fosse demasiado jovem para viver as situações romanticas que reflectia nas suas canções, interpretava-as com total sinceridade e o carisma de um grande artista.
 
Quando em 1970 a MGM Records lançou os Osmonds como rivais dos Jackson Five e escolheu o seu cantor principal, Donny Osmond, de 13 anos, para lançá-lo a solo, a Motown viu-se obrigada a responder na mesma moeda. Michael voltou a chamar a atenção do público com o seu papel de protagonista no musical "O Feiticeiro", colaborando com Quincy Jones na respectiva banda sonora. Esta associação repetiu-se em 1979, quando Jones produziu "Off the Wall", o primeiro disco a solo de Michael Jackson. Nesta nova etapa da sua carreira, Jackson manteve a flexibilidade vocal mas adicionou-lhe sofisticação e amadurecimento. O álbum liderou as tabelas de vendas dos EUA e do Reino Unido, à conta dos singles 'Don`t Stop Till You Get Enough' – premiado com um Grammy - e 'Rock With You'.
 
Após o sucesso a solo Michael realizou uma digressão com os Jacksons, enquanto os media especulavam sobre a sua vida privada, retratando-o repetidamente como uma personagem presa numa infância eterna, rodeado de brinquedos e isolado dos traumas do mundo real.
 
Em 1982 editou " Thriller", o segundo álbum com Quincy Jones, que se tornou o disco mais vendido de todos os tempos. Desse registo saíram singles incontornáveis e vídeos icónicos que mudaram para sempre a história da música pop e da MTV. 'The Girl is Mine', 'Billie Jean', 'Beat It' e, claro, 'Thriller', ficam para a posteridade como alguns dos vídeos mais importantes de sempre e colocaram Michael Jackson no trono de Rei da Pop. "Thriller" e os seus singles fizeram com que MJ fosse destinguido com um total de sete Grammys.
 
Em 1985 Jackson compôs e interpretou o tema beneficente 'We Are the World', que haveria de tornar-se outro número 1 a nível internacional. No mesmo ano anunciou a intenção de escrever uma autobiografia. O livro atrasou-se, devido à gravação de "Bad", outra colaboração com Quincy Jones, que viu a luz do dia em 1987 e rendeu a Michael cinco números 1 nos EUA, entre eles o tema que dá título ao álbum, que voltou a estabelecer novos padrões com o seu vídeo. "Bad" sofreu com as comparações com o anterior trabalho e até as vendas multimilionárias foram catalogadas como decepcionantes, após o sucesso fenomenal de "Thriller". Jackson realizou uma longa digressão mundial para promover "Bad", na qual usava efeitos visuais surpreendentes com o objectivo de recriar o ambiente dos seus vídeos. A autobiografia "Moonwalker" haveria de ser editada por esta altura.
 
O álbum "Dangerous" chegou aos escaparates em finais de 1991 e voltou a liderar tabelas de vendas em todo o mundo. O single 'Black or White' e o respectivo vídeo tornaram-se num enorme sucesso à escala mundial.
 
Michael Jackson actuou pela primeira, e única vez, em Portugal, a 26 de Setembro de 1992 no Estádio de Alvalade, em Lisboa. No mesmo ano fundou a "Heal the World Fundation", que ajudou milhões de crianças em todo o mundo.
 
MJ recusou entrevista atrás de entrevista, o que permitiu que os media o retratassem como uma personagem algo surreal, um hipocondríaco que vivia uma existência totalmente afastada do resto da humanidade. Michael Jackson tentou dissipar esta imagem com uma entrevista a Oprah Winfrey, que foi retransmitida por todo o mundo.
 
Os meios de comunicação assediaram-no ainda mais quando se casou com Lisa Marie Presley, em Maio de 1994. O casamento fracassou nove meses depois. Contudo, Jackson aumentou a sua fama com o álbum "HIStory: Past, Present and Future". A primeira metade da colecção dupla narrava e a segunda metade equivalia a um novo álbum. É deste disco que constam os singles 'Scream' - o segundo vídeo musical mais caro da história da música (cerca de sete milhões de dólares) – e 'They Don't Care About Us', cujo clip foi gravado numa favela do Rio de Janeiro e na Bahia, com o grupo de percussão Olodum.
 
Seguiu-se a "HIStory World Tour", que arrancou com um concerto lotado em Praga, na República Checa, já transmitido pela MTV Portugal, e esteve na estrada durante mais de um ano. Jackson levou aos estádios 4.5 milhões de pessoas, em 56 cidades e 35 países diferentes, estabelecendo um novo recorde mundial de público.
 
Em Novembro de 1996 casou-se com a enfermeira dermatologista Deborah Rowe, com quem teve dois filhos, Michael Joseph Jackson Jr. e Paris Katherine Jackson. Acabaram por se divorciar e a enfermeira entregou a guarda das crianças a Jackson.
 
Em 1997 oito canções inéditas de "HIStory" foram remisturadas e lançadas na coletânea "Blood On The Dance Floor", que haveria de se tornar o álbum de remisturas mais vendido da história. No mesmo ano os Jackson 5 foram incluídos no Passeio da Fama do Rock N Roll.
 
Dois anos depois, em 1999, Jackson realizou os concertos beneficentes  "Michael Jackson & Friends", que contaram com a participação de artistas como Slash, Mariah Carey, Scorpions, Boyz II Men ou Pavarotti, entre outros.
 
Um ano depois entrou no Guinness, como o artista que mais ajudou pessoas no mundo e recebeu o título de "Cantor do Milénio", durante os XI World Music Awards, por vendas de mais de 200 milhões de álbuns durante a carreira de 29 anos.
 
Em Setembro de 2001 MJ promoveu dois concertos com lotação esgotada no Madison Square Garden, em Nova Iorque, para celebrar 30 anos de carreira a solo. Estrelas como Whitney Houston, Britney Spears, NSYNC ou Usher prestaram homenagem ao Rei, interpretanto alguns dos maiores sucessos da sua carreira. Pela primeira vez em 20 anos os Jacksons voltaram a reunir-se em palco, para cantar êxitos como 'I'll Be There', 'Can You Feel It' ou 'I Want You Back'.
 
No mesmo ano Jackson integrou o Hall Of Fame e lançou o álbum "Invincible", o primeiro disco exclusivamente de originais do cantor em dez anos. O registo vendeu mais de 11 milhões de unidades e deu a conhecer os êxitos 'You Rock My World' e 'Cry'.
 
Em 2002 nascia o terceiro filho, Prince Michael Jackson II, em 2003 lançou a coletânea "Number Ones" e em 2004 a "The Ultimate Collection". Em 2006 surge "The Essential Michael Jackson" e, no mesmo ano, Jackson foi homenageado com o Legend Award na MTV japonesa, durante os Video Music Awards Japan, por ser o artista masculino internacional que mais vendeu naquele país. Ainda em 2006 recebeu nove Guinness World Records e um Diamond Award nos World Music Awards.
 
Em 2008 chegava às lojas "Thriller 25th" edition e a compilação "King of Pop", a primeira colectânea interativa de Michael Jackson, com o alinhamento final a ser eleito pelos fãs.
 
A 25 de Junho de 2009 Michael Jackson faleceu, vítima de uma paragem cardio-respiratória na sua casa, em Los Angeles, nos EUA. A pop perdia o seu rei incontestável e o mundo perdia um fenómeno que quebrou barreiras raciais, culturais ou geracionais e era encarado como a maior estrela de todos os tempos.
 
Por realizar ficou a série de 50 concertos "This Is It" na O2 Arena, em Londres, que seriam os primeiros grandes espectáculos de Michael Jackson desde a bem sucedida "HIStory World Tour de 1996/1997".
 
Em 2010 foi editado o álbum póstumo "Michael" e em 2014 chegou às lojas "Xscape". Este último deu a conhecer o tema 'Love Never Felt So Good', com a colaboração de Justin Timberlake.