Robbie Williams

Robbie Williams: últimos vídeos musicais

Sin Sin Sin

Videoclip

Rudebox

Videoclip

Millennium

Videoclip

Shame

Videoclip

Morning Sun

Videoclip

You Know Me

Videoclip

Advertising Space

Videoclip

Bodies

Videoclip

Robbie Williams: últimos vídeos

EMA 1995 | Most Memorable Presenter Moments | Robbie Williams and Carla Bruni

Vídeo

EMA 1996 | Best Past Host Moments | Robbie Williams

Vídeo

EMA 2001 | Winners | Best Male | Robbie Williams

Vídeo

Celebrity Bites | 108 | 1min clip1

Vídeo

Bodies (Preview)

Vídeo

EMA Spotlight | Best Male Artist

Vídeo

Crispy News | Miley Cyrus, Robbie Williams, Taylor Swift, Kanye West (OFCOM)

Vídeo

Crispy News | Miley Cyrus, Robbie Williams, Taylor Swift, Kanye West

Vídeo

Robbie Williams: Sobre

Robbie Williams nasceu a 13 de Fevereiro de 1974, em Stoke on Trent, Staffordshire, Inglaterra.

O mundo conheceu-o como o rapaz descarado dos famosos Take That, banda na qual iniciou a sua carreira, no começo dos aos 90 do século passado, com apenas 16 anos.

Em 1995 decidiu abandonar a formação e um ano depois editou o primeiro single, uma versão de ‘Freedom’, de George Michael. Em 1997 editou o primeiro álbum, “Life Thru A Lens”, que incluiu o simbólico single ‘Old Before I Die’, que chegou ao Nº2 do top britânico. O relativo fracasso dos singles seguintes, ‘Lazy Days’ e ‘South Of the Border’ pôs em dúvida a resistência de Robbie Williams na indústria musical mas o tema ‘Angel’ fez ressurgir a sua carreira oscilante. À conta desse tema e do single que se lhe seguiu, ‘Let Me Entertain You’, o álbum entrou pela primeira vez na lista dos 10 principais do Reino Unido e, 28 semanas após a edição, chegou ao Nº1.

O sucesso continuou com ‘Millenium’, que foi Nº1 no Reino Unido em setembro de 1998. Dois meses depois, o álbum “I`ve Been Expecting You” seguiu o mesmo caminho, com Robbie a ser, posteriormente, proclamado o artista que mais álbuns vendeu em 1998, em terras de Sua Majestade. Do mesmo registo saíram ‘No Regrets’, a colaboração com Neil Tennant (Pet Shop Boys) e Neil Hannon (Divine Comedy), ‘Strong’ e ‘She’s The One’. Este último alcançou a liderança do top inglês.

Em 1999 Williams tentou cativar o público americano, com a digressão promocional da compilação de “The Ego Has Landed” , uma selecção dos melhores temas dos dois primeiros álbuns.

Em Agosto de 2000 lançou o single ‘Rock DJ’, o terceiro Nº1 de Robbie nas listas do Reino Unido, premiado com um MTV EMA de “Melhor Canção”. O sucesso voltou a bater à porta do cantor, com o álbum “Sing When You`re Winning” (2000), que deu, ainda, a conhecer os singles ‘Kids’ (dueto com Kylie Minogue), ‘Supreme’, ‘Let Love Be Your Energy’ e ‘Eternity / The Road to Mandalay’ e mostrou que Williams tinha conquistado os jornais sensacionalistas, a imprensa musical e os compradores de discos do Reino Unido e do resto do mundo.

Em 2001 publica “Swing When You`re Winning”, uma acertada homenagem ao cancioneiro americano, com versões de clássicos de Gershwin, Ellington, Porter, entre eles ‘Somethin’ Stupid’, com Nicole Kidman. Single e álbum lideraram as tabelas de vendas em Inglaterra.

Seguiu-se “Escapology” (2003), novo sucesso comercial, muito por conta dos singles ‘Feel’, ‘Come Undone, ‘Something Beautiful’ e ‘Sexed Up’. No mesmo ano lançou o álbum ao vivo “Live at Knebworth” , o resultado de três concertos em Knebworth, no Reino Unido, em 2003, em que atuou para 375.000 pessoas. Ainda em 2003 atuou em Portugal, no antigo Pavilhão Atlântico.

Em 2004 editou um “Greatest Hits”, que incluiu os originais ‘Radio’ e ‘Misunderstood’. A partir daqui, a carreira surpreendente do ex-Take That entra em ritmo descendente, apesar do relativo sucesso do álbum “Intensive Care” (2005) e do single ‘Trippin’, que apresentou ao vivo nos MTV EMA 2005, em Lisboa.

Em 2006, Williams lança “Rudebox”, que deu a conhecer os temas ‘Rudebox’ ou ‘She's Madonna’ (featuring Pet Shop Boys). Após a digressão “Close Encounters”,terminada em dezembro de 2006, Robbie decidiu que estava na altura de desaparecer por algum tempo.

Três anos depois volta com “Reality Killed The Video Star”, criado no estudio da sua própria casa em Los Angeles, nos EUA, e gravado em Londres. Em 2010 lança a compilação “In And Out of Consciousness – The Greatest Hits 1990-2010”e em 2012 edita “Take The Crown”. Desses lançamentos saíram singles como ‘Bodies’, ‘Morning Sun’, ‘Candy’ ou ‘Be a Boy.’

Em 2013 cantor voltou aos lançamentos, com “Swings Both Ways”, album no qual recupera clássicos como ‘Dream A Little Dream’ (em dueto Lily Allen), ‘I Wanna Be Like You’ (com Olly Murs) ou ‘Little Green Apples’ (com Kelly Clarkson), e originais como ‘No One Likes a Fat Popstar’ e o single ‘Go Gentle’.

Robbie Williams já vendeu mais de 57 milhões de álbuns em todo o mundo, foi considerado o artista solo britânico de maior sucesso de sempre e recebeu 17 BRIT Awards, nomeadamente o de “Maior Contribuição para a Música”, e vários prémios MTV, entre eles 2 EMA de “Melhor Artista Masculino” e um de “Melhor Canção”, por ‘Rock DJ’. Além disso integra o Music Hall of Fame do Reino Unido. Em 2009 foi o escolhido pelo público da MTV a maior estrela pop de todos os tempos, uma lista cujo top 10 incluiu também o seu anterior grupo, os Take That (Nº2), Michael Jackson (Nº3), The Killers (Nº4), Red Hot Chilli Peppers (Nº7) ou Beyoncé (Nº8).



Samuel Cruz