The Corrs

The Corrs: últimos vídeos musicais

Angel (Audio)

Videoclip

Long Night

Videoclip

Farcical Football (Extra)

Videoclip

Playing for the Crew (Extra)

Videoclip

Playing for the Pope (Extra)

Videoclip

Queen of Hollywood

Videoclip

Only When I Sleep

Videoclip

Runaway

Videoclip

The Corrs: Sobre

Uma das bandas pop com mais sucesso proveniente da Irlanda, o grupo formado pela família Corrs é composto por Jim(nascido a 31 de Julho de 1964 em Dundalk, County Louth, Irlanda; guitarra, teclados e coro), Sharon(nascida a 24 de Março de 1970, violino, vozes), Caroline(nascida a 17 de Março de 1973, bateria, bodhran, teclados e voz) e Andrea(nascida a 17 de Maio de 1974, voz principal e flauta).Após actuar em concertos locais como duo, em 1991 Jim e Sharon Corr incorporaram as suas irmãs mais novas Caroline e Andrea na audição para o filme de Alan Parker, The Commitments. Andrea ficou com o papel de irmã de Jimmy Rabbitte e os outros tiveram papéis secundários. Durante as filmagens, este quarteto de irmãos assinaram com o representante John Hughes, e quando as filmagens acabaram, fizeram uma longa aprendizagem em reverem o seu repertório para assegurar um contrato internacional de gravação. A sua grande oportunidade veio em 1994 quando a embaixadora americana na Irlanda, Jean Kennedy Smith, os viu actuar em Dublin durante uma gala pequena em Whelen. Convidou-os a tocar em Boston, antes da América ter sido a sede do Campeonato Mundial de Futebol. Na sua passagem pela América, concedeu-lhes uma audição com o produtor de Michael Jackson, David Foster e assinaram para a Atlantic Records em colaboração com Lava e 143 discográficas. A sua estreia em 1995, Forgiven, not Forgotten foi um trabalho notório, que combinava habilmente a música tradicional com uma forte sensibilidade pop. O tradicional tema de abertura, Erin Shore, incluía alguns momentos impressionantes do violino de Sharon Corr e introduziu-se no tema que dá título ao álbum, que continua a ser uma das composições mais bem conseguidas. Além de várias canções excelentes escritas por eles próprios, Someday, Secret Life e Runaway, o álbum incluía o desagradável Toss the Feathers, o seu final perene nos concertos. O álbum foi um recorde de vendas na Irlanda enquanto na Europa e Austrália registou-se um volume de vendas substanciais, com quantias que excediam os dois milhões. Enquanto isso, o grupo não descansava das digressões e já se forjava uma plataforma de seguidores incondicionais na América e Ásia. Estranhamente, a Grã-Bretanha resistia aos seus encantos e embora o álbum entrou nas listas, nenhum dos singles esteve na rádio por muito tempo.Até ao momento, as actuações ao vivo deste quarteto cativaram muitos seguidores e fãs, enquanto que o seu corpo de modelos serviu para que as suas fotografias aparecessem em muitas revistas. Andrea Corr voltou durante uns tempos à sua carreira de actriz, e interpretou juntamente com Madonna o papel de amada de Juan Perón na adaptação que Alan Parker fez de Evita. Como resultado da sua pesada digressão, o grupo combinou contratar diversos compositores de renome para ajudá-los a completar as letras das canções do álbum seguinte. Entre os compositores da equipa de apoio encontravam-se Glen Ballard, Oliver Reiber, Rick Nowells, Billy Steinberg e Carol Bayer Sager. O resultado, Talk on Corners, apesar de ter certos elementos tradicionais, era um álbum muito mais orientado para o pop com um atractivo mais vasto.Foi um presente simpático para um exército de novos fãs que podiam usufruir das melodias lindamente estruturadas do grupo, assim como maravilhar-se com a surpreendente canção final, uma versão de Little Wing de Jimi Hendrix com a ajuda de Chieftains. Ao princípio, o álbum seguiu o mesmo ritmo de vendas que o seu predecessor mas Grã-Bretanha novamente mostrou pouco interesse. Editaram-se os singles, o sensual Only When I Sleep, e o criativo I Never Loved You Anyway, contudo nenhum conseguiu entrar nas listas britânicas.A sua persistência e determinação surtiu efeito em 1998, principalmente através da sua actuação no dia nacional de festividades irlandesas(Dia de São Patrício) no Royal Albert Hall, que posteriormente foi emitido pela BBC. Nessa actuação participou o artista convidado Mick Fleetwood, na bateria e anunciou-se que o single seguinte seria uma versão de Dreams, de Fleetwood Mac, a cargo de Todd Terry. Quando Dreams ficou no Top 10 britânico, The Corrs despontou na Grã-Bretanha e de repente, por toda a parte com aparições regulares em espaços de rádio e televisão mais importantes e promovendo seriamente o álbum. Em Junho de 1998, as vendas até ao momento modestas do álbum mudaram e o trabalho alcançou o número 1 até tornar-se nesse mesmo ano num dos álbuns mais vendidos do Reino Unido.O interesse renovado no álbum impulsionou a Atlantic a seleccionar mais dois singles: uma remistura da balada What Can I Do?, cortesia dos Tin Tin Out e uma remistura dos KK Klass do estridente So Young. Ambos entraram no Top 10 britânico e confirmaram a chegada dos The Corrs como grupo com singles excelentes. Nesse ano, Andrea Corr fez a voz da heroína Kayley no primeiro desenho animado da Warner Brothers, A Espada Mágica. Em Fevereiro de 1999, uma remistura de Runaway estreou-se no Reino Unido logo no número 2. Em Abril, os seus álbuns ocupavam os dois primeiros lugares da lista britânica. A colecção MTV Unplugged incluía cinco novos temas, entre eles o single, Radio. Breathless, uma canção pop sem defeitos, deu lugar ao álbum In Blue no Verão de 2002. Nenhum dos singles quebrou a tradição mas ambas lideraram as listas britânicas mostrando que a popularidade de The Corrs é mais forte que nunca.