A importância de David Bowie: 6 momentos que definiram a carreira do artista

11 janeiro 2016


 
"Look up here, I'm in heaven, I've got scars that can't be seen, I've got drama, can't be stolen, Everybody knows me now" canta David Bowie em 'Lazarus', tema do álbum mais recente, "Blackstar", editado na passada sexta-feira, 8 de dezembro.

Os nossos ouvidos ainda estavam a acostumar-se às músicas novas, quando recebemos a notícia da sua morte, após uma batalha contra o cancro. O mundo perde um verdadeiro ícone musical, que serviu de influência para a sonoridade de muitos artistas, da pop ao rock e até eletrónica

Verdadeiras legiões de artistas citam David Bowie como a sua maior influência. Lady Gaga acorda todas as manhãs e pergunta a si própria "O que faria o Bowie?"; o DJ Calvin Harris revelou que andava a ouvir bastante Bowie quando estava a trabalhar no seu álbum de estreia, "I Created Disco"; Patrick Stump, dos Fall Out Boy, diz que o álbum "Low", de David Bowie, mudou a sua vida; Lorde revelou que um vinil ao vivo de Mr. Bowie é o seu "bem material mais cool"; e Madonna disse ao mundo que "antes de ver David Bowie ao vivo, eu era apenas uma adolescente normal, disfuncional e rebelde do Centro-Oeste dos EUA e ele mudou verdadeiramente a minha vida", quando Bowie foi induzido no Rock N Roll Hall Of Fame, em 1996.

Estes são alguns dos momentos que definiram a carreira de David Bowie:
1. "Space Oddity" (1969)
Enquanto a tripulação da missão Apollo 11 se preparava para viajar até à lua e fazer história, Bowie vivia o seu próprio grande momento: o primeiro êxito no Top 5, com "Space Oddity". O álbum que inclui o tema com o mesmo nome rendeu-lhe o aclamado prémio Ivor Novello. Esta seria a primeira vez queo alter ego Major Tom faria a sua aparição e o verso "Ground Control To Major Tom", da música 'Space Oddity' ficaria para a história da música.
2. "The Rise And Fall Of Ziggy Stardust And The Spiders From Mars" (1972)
Em 1972, com o, agora, mítico cabelo vermelho vivo, Bowie apresentava ao mundo uma nova personagem: Ziggy Stardust. Teve vida curta mas é um dos seus mais conhecidos alter-egos e sinónimo de glam rock. O álbum que acompanhava a mudança de visual, "The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders from Mars" deu a conhecer o clássico 'Starman'. Os seus concertos tornaram-se cada vez mais excêntricos e Bowie chegou a dizer que Ziggy o levou a questionar a sua própria sanidade mental. A personagem 'saiu de cena' num lendário concerto no Hammersmith Odeon Theatre, em Londres.
3. "Aladdin Sane" (1973)
Com a edição do álbum "Aladdin Sane" apresentava-se ao mundo o alter ego com o mesmo nome. Este álbum deu a conhecer os êxitos 'The Jean Genie' e 'Drive-In Saturday' e, com ele, David Bowie afirmou-se, em definitivo, como um ícone rock nos EUA.
4. Trilogia "Low" (1977), "Heroes" (1977) e "Lodger" (1979)
Com o propósito de se libertar das drogas e revitalizar a sua sonoridade, David Bowie mudou-se para Berlim Ocidental, na Alemanha, onde produziu três icónicos álbuns: a trilogia "Low" (1977), "Heroes" (1977) e "Lodger" (1979). 'Sound And Vision', 'Heroes' e 'Boys keep Swinguing' são alguns dos temas mais emblemáticos desta era.
5. "Let's Dance" (1983)
Nos anos 80, para repúdio de alguns fãs mais puristas, Bowie apresentou-se a todo um novo público, ao unir-se a Nile Rodgers, dos Chic, - que também trabalhou, por exemplo, com os Daft Punk no álbum "Random Access Memories", de 2013 - para o seu álbum mais pop até à data e o mais vendido de sempre: "Let's Dance". Além do tema título, fazem parte deste álbum os temas 'China Girl' e 'Without You'.
6. "The Next Day" (2013)
Em 2013 Bowie editou o primeiro álbum de estúdio em 10 anos. "The Next Day" foi o sucessor de "Reality" (2003) e liderou tabelas de vendas por todo o mundo, chegando a Nº1 no Reino Unido e Nº2 nos EUA. A critica rendeu-se e o registo rendeu a Bowie nomeações para o Mercury Prize e os Grammys e o artista venceu o BRIT Award de "Melhor Artista Britânico Masculino", em 2014, tornando-se no artista mais velho a receber este troféu na história dos Brits.



R.I.P David Bowie!


Samuel Cruz

Categoria:

últimas notícias

OMG! O Liam Gallagher vai receber o primeiro prémio "Rock Icon" de sempre nos MTV EMA 2019

Música

MTV EMA Generation Change Award 2019

Música

E o MTV EMA Best Portuguese Act 2019 é... Fernando Daniel!!!

Música

Dua Lipa, NCT 127, Sofia Reyes, Pabllo Vittar e Jhay Cortez são as novas confirmações para os MTV EMA 2019

Música

Wohoo!! O Niall Horan vai subir ao palco dos MTV EMA 2019

Música

Halsey, Rosalía, Becky G, Akon, Ava Max e Mabel vão atuar nos MTV EMA 2019

Música

Oh yaaass!! Os Green Day vão atuar no MTV World Stage em Sevilha

Música

Becky G é a apresentadora dos MTV EMA 2019

Música